MINICURSO

TÍTULO: A TEMÁTICA INDÍGENA: ENSINO DE GEOGRAFIA E CURRÍCULO

Proponente(s): Professor Heitor Paladim Junior

Mini currículo: Formado em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestre e doutor em Geografia Humana, pela Universidade de São Paulo. Pesquisador do povo Xakriabá, do Cerrado, por 5 anos. Autor de livro sobre ensino de geografia e educação do campo. Professor no ensino fundamental, médio e superior. Atualmente trabalha como assessor curricular para Secretarias de educação e faz análises em livros didáticos. Trabalha com formação de educadores/as em geografia e na temática étnico racial há mais de uma década.

TÍTULO: A temática indígena: ensino de geografia e currículo.

OBJETIVOS: Propiciar a formação de Educadores (as) da área de geografia no que tange a temática indígena. Ampliar essas narrativas, fomentando práticas educativas voltadas à diversidade e alteridade, reafirmando identidades plurais e rompendo estereótipos.

EMENTA: Esse minicurso visa contribuir para a implementação da Lei 11.645/08, especificamente no que se refere ao ensino de História e Cultura Indígena por uma perspectiva do ensino de geografia e assim proporcionar aos/as educadores/as experiências que possibilitem aprofundar a reflexão sobre a temática em questão. Os dados do Censo 2010 do IBGE revelaram que São Paulo é a quarta cidade do Brasil em população indígena do Brasil. A presença indígena está nas TI’s e nas periferias da cidade, contudo, não conta com a devida visibilidade quando pensamos no Currículo Escolar. A partir desse exemplo poderemos refletir sobre os muitos os desafios que a temática Indígena engendra nos currículos escolares e nas ações culturais oferecidas a crianças pequenas (desde a primeira- infância), adolescentes, jovens e adultos nos municípios de cada participante do minicurso.

.METODOLOGIA: O minicurso está organizado em torno de reflexões da temática indígena a partir de diálogos e exposição de materiais, com exposições orais, com algumas atividades complementares via itens cartográficos, fotos, músicas e audiovisuais, seguidas e entremeadas de rodas de conversas.

EQUIPAMENTOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS: Computador e projetor de slides com caixa de som.

NÚMERO DE PARTICIPANTES: 50 participantes

BIBLIOGRAFIA BÁSICA: CANCLINI, Nestor García. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: EDUSP, 2000. ESCOBAR, Suzana Alvez. Educação indígena no universo Xakriabá: saberes e lutas na vida e na voz do seu povo. Dissertação de Mestrado em Educação. Universidade Federal de Uberlândia. 2004. FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2000. GOMES, Nilma Lino. Relações Étnico-Raciais, Educação e Descolonização dos Currículos. In Currículo sem Fronteiras, v. 12, n.1, pp. 98 – 109, Jan/Abr 2012. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol12iss1articles/gomes.pdf (acesso em 10/05/2019). GRUPIONI, Luís Donizete Benzi; SILVA, Aracy Lopes da (org). A temática indígena na escola. Brasília: MEC/MARI/UNESCO, 1995. PALADIM JUNIOR, Heitor Antônio. Etnogeografia: Reflexões Sobre a Educação Escolar, a Espacialização E a Territorialização Do Povo Xakriabá No Norte De Minas Gerais. Tese de Doutorado em Geografia. FFLCH – Dgeo – Universidade de São Paulo. 2011. SILVA, T. T. Escola cidadã no contexto da globalização: uma introdução. In: SILVA, L. H. A escola cidadã no contexto da globalização. 5o ed. Petrópolis: Vozes, 2001. SILVA, Edson. Povos indígenas: história, culturas e o ensino a partir da lei 11.645. In: Historien UPE/Petrolina, v. 7, p. 39-49, 2012. Disponível em http://www.espacociencia.pe.gov.br/wp-content/uploads/2013/04/TextoIndios.pdf (acesso em 10/05/2019).

CARGA HORÁRIA: 8 horas, domingo, dia 30/06, das 8:30 às 17:30h, Instituto de Geociências