OFICINA

TÍTULO: INSTALAÇÕES GEOGRÁFICAS: MANEIRAS CRIADORAS PARA O CONHECER GEOGRÁFICO

Proponente(s): Emerson Ribeiro e Carlos Augusto Barros da Silva

Mini currículo: Emerson Ribeiro: Professor adjunto da Universidade Regional do Cariri URCA/CE. Formado em Geografia pela Universidade de Sorocaba (UNISO) e Pedagogia pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Com Mestrado e Doutorado em Geografia pela Universidade de São Paulo (USP). Possui pós-doutorado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Trabalha com os seguintes temas: Geografia Urbana, Geografia Arte e Criatividade, Estágio Supervisionado e práticas pedagógicas, formação de professores, instalação geográfica e interdisciplinaridade.

Carlos Augusto Barros da Silva: Mestrando em Geografia pela linha de pesquisa em Educação Geográfica pelo programa de Pós Graduação em Geografia (PPGG) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Graduado em Geografia pela Universidade Regional do Cariri (2016), foi bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência no período de 2014 à 2016. Possui como temáticas de pesquisa e interesse: O PIBID; A Formação docente; A Criatividade no Ensino de Geografia; Instalações Geográficas.

OBJETIVOS: Apresentar a metodologia de ensino por Instalações Geográficas e sua aplicabilidade no ensino de Geografia; Discutir as potencialidades didático-pedagógicas da metodologia; Produzir uma Instalação Geográfica com base no texto “A paisagem Urbana”.

EMENTA: A proposta da presente oficina tem a pretensão de mostrar como o ensino de Geografia no ensino básico e na universidade pode encontrar também na Arte sua relação de ensino-aprendizagem. Neste sentido, a metodologia de ensino por Instalações Geográficas, assume nesta oficina uma possibilidade efetiva de se compreender os fenômenos Geográficos de maneira criativa. O conteúdo do minicurso apresentará a fundamentação teórica necessária para a compreensão da dimensão simbólica, criativa e avaliativa das Instalações Geográficas. Serão utilizados recursos audiovisuais de algumas Instalações já produzidas durante a ministração de aulas na rede básica de ensino bem como nas experiências adquiridas na formação de professores na graduação ofertada pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Após a leitura do texto “A Paisagem urbana” tem- se como desafio para os participantes a produção de uma Instalação Geográfica.

METODOLOGIA: A oficina configura-se objetivamente em dois momentos: Inicialmente, de forma expositiva e dialogada, e com apoio do quadro branco, faremos ênfase à apresentação da fundamentação teórica básica, culminando/estimulando o diálogo dos presentes a respeito das possibilidades didáticas e pedagógicas da metodologia de ensino por instalações geográficas. Adiante, para uma melhor compreensão dos participes, com auxílio de um data-show (demais recursos áudio-visuais) e de materiais resultantes de outras instalações já produzidas e organizadas pelos coordenadores da presente oficina, pretende-se fazer um exercício de explanação desses materiais para uma melhor visualização do que representa a obra feita. Num segundo momento, objetiva-se como exercício prático e auto-avaliativo da oficina, a produção ou esquematização de uma Instalação Geográfica, através da criação de símbolos e signos subsidiados pela leitura e reflexão (subentendidas enquanto processos de pesquisa) do texto “A Paisagem Urbana” de autoria da professora Ana Fani Alessandri Carlos. O arranjo dos símbolos e signos produzidos se dará sobre o suporte/elemento central da instalação ao qual será uma Arupemba (Objeto típico nas tradições do Nordeste).

EQUIPAMENTOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS: Data Show; Pincel e Quadro Branco; 10 AURUPEMBAS;

NÚMERO DE PARTICIPANTES: Até 20

BIBLIOGRAFIA BÁSICA: CARLOS, Ana Fani Alessandri. A cidade. – São Paulo: Contexto, 1992. Pg.35-38 RIBEIRO, E. Processo metodológico para as instalações geográficas: por outra formação de novos professores. In: Jussara Fraga Portugal; Simone Santos de Oliveira; Solange Lucas Ribeiro. (Org.). FORMAÇÃO E DOCENCIA EM GEOGRAFIA narrativas, saberes e práticas. 1ed.Salvador: EDUFBA, 2016, v. 1, p. 379-396. RIBEIRO, E. Processos Criativos em Geografia: Metodologia para a Sala de Aula em Instalações Geográfica. 2014. Tese (Doutorado em Geografia (Geografia Humana)) – Universidade de São Paulo. Orientador: Gloria da Anunciação Alves.

CARGA HORÁRIA: 08 horas, domingo, dia 30, das 8:30 às 12:00 e das 14:00 às 17:30h, Instituto de Geociências